Maternidade para Casal Homoafetivo

Em 13/03/2024, o STF decidiu, em Recurso Extraordinário de nº 1211446, sobre o direito de uma mãe não gestante em união homoafetiva ter direito a licença maternidade.

Em decisão, os Ministros Alexandre de Morais, Dias Toffoli e Cármen Lúcia se valeram da tese de que, nas uniões homoafetivas as duas mulheres são mães, com isso, ambas devem ter o direito ao benefício da licença-maternidade.

A decisão foi pautada sob o prisma do princípio da igualdade, uma vez que este reconhecimento possui efeito duplo: a proteção da criança e a proteção à mãe não gestante.

Além disso, frisa-se que a licença-maternidade constitui benefício previdenciário destinado à proteção da maternidade e da infância, sendo destinado também às mães adotivas e mães não gestantes em união homoafetivas, uma vez que apesar de não vivenciarem a gravidez, arcam com todas as tarefas desta formação de novo vínculo familiar.

Compartilhe:

Soluções para empresas e pessoas no setor jurídico.

Mantenha-se informado em nosso blog.

Salas exclusivas no SUS para mulheres vítimas de vio ...


A lei já previa o atendimento público especializado para mulheres vítimas de violência.

Incentivo Tributário para Troca de Equipamento Indus ...


Na prática, o projeto permitirá que a empresa deduza sobre o IRPJ e CSLL até 50%.

Projeto de Lei prevê isenção da Tarifa de Energia ...


Visa a isenção da tarifa de energia elétrica aos atingidos por enchentes e alagamentos.

Maternidade para Casal Homoafetivo


Ambas devem ter o direito ao benefício da licença-maternidade.

+55 (11) 3393-2300 | +55 (11) 3392-2820
administrativo@karlabernardoadvogados.com.br

Rua do Bosque, 1621, 4º andar
Sala 401 a 403
Barra Funda - São Paulo - SP